Fala serio!

Ouça e pense !!!

—————————————————————————————————————————–

Estratégias Para Lutar contra a Lascívia
John Piper


Estou pensando em homens e mulheres. Para os homens, isto é óbvio. É urgente a necessidade de lutar contra o bombardeamento de tentações visuais que nos levam a fixar-nos em imagens sexuais. Para as mulheres, isto é menos óbvio, porém tal necessidade se torna maior, se ampliamos o escopo da tentação de alimentar imagens ou fantasias de relacionamentos. Quando uso a palavra “lascívia”, estou me referindo principalmente à esfera dos pensamentos, imaginações e desejos que visualizam as coisas proibidas por Deus e freqüentemente nos levam a conduta sexual errada.
Não estou dizendo que o sexo é mau. Deus o criou e o abençoou. Deus tornou o sexo agradável e definiu um lugar para ele, a fim de proteger sua beleza e poder — ou seja, o casamento entre um homem e uma mulher. Mas o sexo tornou-se corrompido pela queda do homem no pecado. Portanto, temos de exercer restrição e fazer guerra contra aquilo que pode nos destruir. Em seguida, apresentamos algumas estratégias para lutar contra desejos errados.
Evitar — evite, tanto quanto for possível e sensato, imagens e situações que despertam desejos impróprios. Eu disse “tanto quanto possível e sensato”, porque às vezes a exposição à tentação é inevitável. E usei os termos “desejos impróprios” porque nem todos os desejos por sexo, alimento e família são maus. Sabemos quando tais desejos são impróprios, prejudiciais e estão se tornando escravizantes. Conhecemos nossas fraquezas e o que provoca tais desejos. Evitar é uma estratégia bíblica. “Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça” ( 2 Tm 2.22). “Nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências” (Rm 13.14).
Não — diga “não” a todo pensamento lascivo, no espaço de cinco segundos. E diga-o com a autoridade de Jesus Cristo. “Em nome de Jesus: Não!” Você não tem mais do que cinco segundos. Se passar mais do que esse tempo sem opor-se a tal pensamento, ele se alojará em sua mente com tanta força, a ponto de se tornar quase irremovível. Se tiver coragem, diga-o em voz alta. Seja resoluto e hostil. Como disse John Owen: “Mate o pecado, se não ele matará você”.1 Ataque-o imediatamente, com severidade. “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg 4.7).
Voltar — volte seus pensamentos forçosamente para Cristo, como uma satisfação superior. Dizer “não” será insuficiente. Você tem de mover-se da defesa para o ataque. Combata o fogo com fogo. Ataque as promessas do pecado com as promessas de Cristo. A Bíblia chama a lascívia de “concupiscências do engano” (Ef 4.22). Tais concupiscências mentem. Prometem mais do que podem oferecer. A Bíblia as chama de “paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância” (1 Pe 1.14). Somente os tolos cedem a elas. “Num instante a segue, como o boi que vai ao matadouro” (Pv 7.22). O engano é vencido pela verdade. A ignorância é derrotada pelo conhecimento. E tem de ser uma verdade gloriosa e um conhecimento formoso. Esta é razão por que escrevi o livro Vendo e Provando a Cristo (Seeing and Proving Christ — Crossway, 2001). Preciso de breves retratos de Cristo para me manter despertado, espiritualmente, para a sublime grandeza do Senhor Jesus. Temos de encher nossa mente com as promessas e os deleites de Jesus. E volvermo-nos imediatamente para tais promessas e deleites, depois de havermos dito “não”.
Manter — mantenha, com firmeza, a promessa e o deleite de Cristo em sua mente, até que expulsem a outra imagem. “Olhando firmemente para… Jesus” (Hb 12.2). Muitos fracassam neste ponto. Eles desistem logo. Dizem: “Tentei expulsar a fantasia, mas não deu certo”. Eu lhes pergunto: “Por quanto tempo fizeram isso?” Quanta rigidez exerceram em sua mente? Lembre: a mente é um músculo. Você pode flexioná-la com violência. Tome o reino de Deus por esforço (Mt 11.12). Seja brutal. Mantenha diante de seus olhos a promessa de Cristo. Agarre-a. Agarre-a! Não a deixe ir embora. Continue segurando-a. Por quanto tempo? Quanto for necessário. Lute! Por amor a Cristo, lute até vencer! Se uma porta automática estivesse para esmagar seu filho, você a seguraria com toda a sua força e gritaria por ajuda. E seguraria aquela porta… seguraria… seguraria… Jesus disse que muito mais está em jogo no hábito da lascívia (Mt 5.29).
Apreciar — aprecie uma satisfação superior. Cultive as capacidades de obter prazer em Cristo. Uma das razões porque a lascívia reina em tantas pessoas é porque Cristo não lhes é muito cativante. Falhamos e somos enganados porque temos pouco deleite em Cristo. Não diga: “Esta conversa espiritual não é para mim”. Que passos você tem dado para despertar sua afeição por Cristo. Você tem lutado por encontrar gozo? Não seja fatalista. Você foi criado para valorizar a Cristo — de todo o coração — mais do que valoriza o sexo, o chocolate ou o açúcar. Se você tem pouco desejo por Cristo, os prazeres rivais triunfarão. Peça a Deus que lhe dê a satisfação que você não tem. “Sacia-nos de manhã com a tua benignidade, para que cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias” (Sl 90.14). E olhe… olhe… e continue olhando para Aquele que é a pessoa mais magnificente do universo, até que você o veja da maneira como Ele realmente é.
Mover – mova-se da ociosidade e de outros comportamentos vulneráveis para uma atividade útil. A lascívia cresce rapidamente no jardim da ociosidade. Encontre algo útil para realizar, com todas as suas forças. “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor” (Rm 12.11); “Sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Co 15.58). Seja abundante em atividades. Faça alguma coisa: limpe um quarto, pregue uma tábua, escreva uma carta, conserte uma torneira. E faça tudo por amor a Jesus. Você foi criado para administrar e trabalhar. Cristo morreu para nos tornar zelosos “de boas obras” (Tt 2.14). Substitua as concupiscências e paixões enganosas por boas obras.
Pai de misericórdias, quão freqüentemente

Deixamos de lutar contra a lascívia.

Temos abraçado o inimigo que faz guerra contra a nossa alma.

Perdoa-nos, de acordo com tua promessa de ser

Tardio em ira e abundante em misericórdia.

Vem agora e dá-nos nova determinação

Novo poder e nova visão de tuas

Promessas e de teu supremo valor.

Sacia-nos de manhã com a tua benignidade

Destrói a raiz de nossa lascívia com um prazer superior.

Em nome de Jesus, oramos. Amém.

——————————————————————–

Gente se liguem nestas palavras escritas por Luiz Fernando Verrísmo, de alguém que tem no mínimo bom senso.

BIG BROTHER BRASIL 11

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço…A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,… encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros… todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE…

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.
Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.
Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.
Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?
São esses nossos exemplos de heróis?
Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..
Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.
Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.
O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.
E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a “entender o comportamento humano”. Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por detra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.
Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?
(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)
Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa…, ler a Bíblia, orar, meditar, passear com os filhos, ir ao cinema…, estudar… , ouvir boa música…, cuidar das flores e jardins… , telefonar para um amigo… , visitar os avós… , pescar…, brincar com as crianças… , namorar… ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.

(Luiz Fernando Veríssimo)

____________________________________________________________

É muito bom.

Paz amados do Senhor!

Uma boa dica de leitura é o livro de John Mason ( IMITAR É LIMITAR ).
Leia e Seja a pessoa única que Deus projetou.

————————————————————————
Queridos irmãos,

Segue o link do vídeo onde o PT ameaça Pr Paschoal Piragini por suas declarações.

Queridos,

O tempo que vivemos exige muita oração para que o Senhor abra os olhos do nosso entendimento e nos dê o discernimento correto, espiritual e não humano. Não se trata mais de preferência por essa ou aquela filosofia política ou forma de governar, há algo muito maior sendo tratado nessa eleição. As linhas abaixo foram escritas pelo irmão Ageu Cirilo Magalhães, pastor presbiteriano, e os links incorporados dão a dimensão correta daquilo que ele está tratando. Leiam com atenção e orem a respeito.
Abraços,
Fernando

“E Ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou” 2 Co 5.15

06 de Setembro de 2010
Carta aos meus amigos

Caros amigos,

As linhas que escrevo agora são fruto de muita reflexão e oração. Há semanas venho ensaiando escrever isto e o mero desejo de meu coração tornou-se uma necessidade de minha consciência. Muitos de nós têm acompanhado de perto o desenvolvimento de questões ligadas à vida e à família em nossa nação. Sem dúvida alguma, nestas questões a sociedade brasileira tem trilhado no caminho da impiedade por conta de um governo que, além de permitir a iniqüidade, em muitos casos a apóia.

Antes de continuar, deixe-me dizer que, como a Bíblia instrui, oro pelo presidente da República e por seu governo. Mais do que orar, nutro admiração pelo nosso presidente. Sua história de pobreza no sertão nordestino e sua ascensão ao cargo mais alto da nação é algo que me fascina. Sempre votei no Lula. Sendo eu filho de um bravo nordestino, metalúrgico e ligado ao sindicato, então, logo simpatizei com a figura do nosso presidente. Todavia, como pastor presbiteriano, não posso me calar diante das iniqüidades que seu governo tem cometido e que ainda pretende cometer em nossa nação. Exponho a partir de agora quais são estas iniqüidades:

1. Erotização de nossas crianças

O Governo Federal, através dos Ministérios da Saúde e da Educação, tem produzido material com imoralidade para ser distribuído aos nossos filhos sob o pretexto de educação sexual. Veja por si mesmo nos links abaixo:

Cartilha do Governo Lula estimula
alunos de 13 a 19 anos
a narrar suas “transas”
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/cartilha-governo-lula-estimula-alunos-13-19-anos-narrar-suas-transas/

07/02/2007 às 5:15
Por Leila Suwwan, na Folha desta quarta:

O governo federal elaborou e vai distribuir para estudantes de escolas públicas de 13 a 19 anos uma “agendinha” com dicas sobre beijo, sedução, masturbação e saúde. Polêmica, a cartilha inclui até uma lista a ser preenchida com as melhores “ficadas” -relacionamentos-relâmpago entre jovens.Na parte sobre beijos, a cartilha orienta que “beijar muitos desconhecidos numa única noite não é tão bom assim”, pelo risco de doenças. Mas compara o beijo ao chocolate, por “aguçar todos os sentidos” e “liberar endorfinas”, com a vantagem de ainda “queimar calorias”, ao contrário do doce.O material faz parte do programa Saúde e Prevenção nas Escolas – Atitude para Curtir a Vida e aborda temas variados que vão dos efeitos colaterais do aumento de peso (espinha e preguiça) até homenagem ao cantor Cazuza, morto por Aids.A cartilha foi elaborada pelos ministérios da Saúde e da Educação ao longo de 2006 e testada com alunos do Distrito Federal. A primeira tiragem teve 40 mil exemplares e o governo pretende encomendar 400 mil cópias adicionais.Um item que pode instigar polêmica entre pais são as duas páginas dedicadas às “ficadas”. Em uma delas, há espaço para o aluno preencher os detalhes das mais espetaculares de sua vida -com o esclarecimento de que a “ficada” compreende várias coisas: beijar, namorar, sair e transar.Nas páginas sobre o uso da camisinha, o caderninho ensina a colocar o preservativo sob o título “O pirata de barba negra e de um olho só encontra o capuz emborrachado”.Entre os cinco motivos para usar camisinha há a “sedução”, além da “proteção”: “Colocar o preservativo pode ser uma excelente brincadeira a dois. Sexo não é só penetração. Seduza, beije, cheire, experimente!”.

CAMISINHA – O Ministério da Saúde anunciou ontem que pretende ampliar a distribuição de camisinhas para jovens nas escolas públicas após uma pesquisa constatar que 45% dos estudantes ouvidos tinham vida sexual ativa e que 30% não haviam usado preservativo na sua mais recente relação.O governo rejeita que exista uma estimulação sexual precoce com a medida e avalia, com base em pesquisa da Unesco, que é necessária uma política pública sobre o tema que não seja omissa. Hoje, o programa de DST/Aids tem como meta anual a distribuição de 100 milhões de camisinhas para a faixa etária de 13 a 24 anos.Ainda não há previsão de quando e como será feita a distribuição, mas pelo menos uma das formas será por meio de máquinas eletrônicas -já existe um concurso para o desenho do equipamento nas escolas técnicas federais. “Já existe uma decisão concreta de expansão”, disse ontem o ministro da Saúde, Agenor Alvares.

Por Reinaldo Azevedo

http://www.diversidade.papocabeca.me.ufrj.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3&Itemid=3&lang=pt

http://www.papocabeca.me.ufrj.br/diversidade/DiversidadeWeb.pdf

Prefeitura de Recife (PE) recolhe livro

de educação sexual para crianças
publicado em 28/04/2010 às 20h03

http://noticias.r7.com/vestibular-e-concursos/noticias/recife-recolhe-livro-de-educacao-sexual-para-criancas-20100428.html

Publicação traz ilustrações de casal de jovens se masturbando e revoltou pais de alunos

O livro didático “Mamãe como eu nasci?” ainda estava sendo distribuído entre alunos do terceiro ano do ensino fundamental da rede pública do Recife (PE) e já começou a ser recolhido, nesta semana, por iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, diante da polêmica que provocou.

De autoria de Marcos Ribeiro, premiado pela Academia Brasileira de Letras e referência nacional em educação sexual, o livro chegou a ser considerado “pornográfico” pelo vereador André Ferreira (PMDB), representante da bancada evangélica na Câmara.

Pais de alunos se mostraram revoltados com a publicação, que fala de forma clara sobre sexo e traz, entre as ilustrações, um menino e uma menina se masturbando – ele em uma banheira e ela defronte da televisão. Com o apoio de vereadores de vários partidos, a Câmara da capital pernambucana realiza uma audiência pública no dia 12 para debater o assunto. Ferreira afirma que o livro é inadequado para crianças.

– O livro usa cenas e palavras pesadas, chega a ser constrangedor ler o que está lá. Quem é a escola para escolher o tempo certo para abordar o assunto?

A diretora geral de ensino da Secretaria municipal de Educação, Luiza Vasconcelos, afirmou que o recolhimento do livro é provisório, para discussão com as escolas e pais que tiveram dificuldade com a publicação. Ela defende o título, escrito há 18 anos e usado em várias escolas de Estados e Municípios brasileiros, como instrumento de proteção e prevenção.

– A partir do conhecimento do seu corpo, a criança pode se proteger.

Luiza destaca que muitos alunos e professores não aceitaram devolvê-lo, o que é respeitado pela Secretaria. Segundo ela, 550 exemplares do livro – dentro de um kit de títulos didáticos – estavam sendo distribuídos com as turmas do primeiro ano do segundo ciclo, que têm idade entre oito a dez anos.

Notícias R7
___________________________________________________________________________

O Governo Federal, que deveria ser o guardião da educação de nossos filhos é hoje quem mais os encaminha para a imoralidade sexual.

A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. (Provérbios 22.6). Deus vai cobrar do atual governo o que ele tem feito na educação de nossas crianças.

2. Incentivo ao homossexualismo

No dia 14/05/2009 o Governo Federal lançou o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). O plano é formado por 51 diretrizes que têm o objetivo de influenciar todos os segmentos da sociedade com a filosofia homossexual. O Governo Federal é o maior patrocinador do movimento homossexual no Brasil. Veja os links abaixo:

Plano Nacional LGBT
http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/brasilsem/plano_lgbt/

O Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais é o resultado dos esforços conjuntos do Governo Federal e da Sociedade Civil e foi elaborado por uma Comissão Técnica Interministerial formada por representantes de 18 pastas.

O Plano contém as 51 diretrizes e 180 ações, baseadas nas propostas da Iª Conferência Nacional LGBT, que serão implementadas pelo Poder Público para garantir a igualdade de direitos e exercício pleno da cidadania do segmento LGBT da população Brasileira.

Iniciativa inédita, o Plano é um importante passo no rumo do fortalecimento do Programa Brasil sem Homofobia e contempla reivindicações históricas do movimento LGBT organizado, que devem se tornar políticas de Estado em curto (2009) e médio prazo (2010 e 2011) e longo prazo (2012).

Plano do governo garante direitos civis à população LGBT
Entre as 50 ações e diretrizes está o direito à adoção por casais homossexuais
http://www.abril.com.br/noticias/brasil/governo-lanca-plano-defender-direitos-civis-populacao-lgbt-470514.shtml

Da Redação, com Agência Brasil

Ministro Paulo Vannuchi, durante lançamento do plano

O governo federal lançou nesta quinta-feira (14) o Plano Nacional da Cidadania dos Direitos Humanos de LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). O documento contém 50 ações e diretrizes que devem vão orientar a elaboração de políticas públicas. Entre elas está o reconhecimento dos direitos civis de casais homossexuais e a garantia de adoção de crianças.

>>Tire dúvidas sobre a união estável de homossexuais
>>Entraves atrapalham adoção de crianças

O plano foi elaborado por representantes de 18 pastas a partir de demandas da sociedade civil. “O dia de hoje é o dia de início de uma caminhada. Como tudo em direitos humanos, demanda tempo, é a construção de uma nova cultura, superando uma cultura de séculos de violência, discriminação e preconceito”, afirmou o ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Paulo Vannuchi, após cerimônia de lançamento do plano.

As ações incluem, ainda, outras importantes reivindicações do movimento LGBT como o encaminhamento de mulheres transexuais e travestis condenadas a presídios femininos, a modificação da legislação do imposto de renda para que parceiros do mesmo sexo possam ser incluídos como dependentes e a inclusão da temática das famílias compostos por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais em livros didáticos.

Todas as ações têm prazo previsto para execução – entre 2009 e 2011. O monitoramento deverá ser feito por um grupo de trabalho interministerial permanente, que ainda será criado, coordenado pela Secretaria Especial de Direitos Humanos.

O governo federal também se compromete a apoiar iniciativas legislativas que tramitam no Congresso Nacional e tratam dos direitos da população LGBT e a criar e implementar, por meio de lei, um fundo nacional de combate à discriminação homofóbica.

As ações e diretrizes – resultado das propostas apresentadas na 1ª Conferência Nacional LGBT, realizada em junho de 2008 – dividem-se em dois eixos estratégicos. O primeiro deles é voltado à formação e promoção do conhecimento, formação de atores, defesa e proteção dos direitos, sensibilização e mobilização. O segundo eixo visa a formulação e promoção da cooperação federativa, a articulação e fortalecimento de redes sociais, a articulação com outros poderes, a cooperação internacional e a gestão da implantação sistêmica da política LGBT.

Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT
http://portal.mj.gov.br/sedh/homofobia/planolgbt.pdf

_________________________________________________________________________

Em paralelo a estas ações de expansão de incentivo ao homossexualismo, o Governo também trabalha na aprovação do Projeto de Lei 122/2006, apelidado de “lei da mordaça”, que pretende criminalizar a discordância ao Homossexualismo. Se aprovado, o projeto atentará contra a liberdade de expressão prevista em nossa constituição e permitirá ao Estado punir qualquer indivíduo que demonstrar discordância quanto à prática homossexual.

A Bíblia diz: “Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável” (Levítico 20.13). “Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém! Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.” (Romanos 2.24-27)

3. Defesa do aborto

Em Setembro de 2007 o PT aprovou seu apoio à legalização do aborto:

http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1874487-EI7896,00.html

Em 2008 a Fiocruz, instituição vinculada ao Ministério da Saúde, liberou R$ 80 mil para a filmagem do vídeo “O fim do silêncio”, que mostra depoimentos de mulheres que abortaram seus filhos e defendem a descriminalização da prática. A diretora Thereza Jessouroun diz, na reportagem, ter idealizado o roteiro ao ouvir declarações do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, a favor da descriminalização do aborto. De acordo com ela, o projeto se materializou após a abertura do edital da Fiocruz, cuja direção é nomeada pelo ministro. Veja notícia do Jornal O Globo abaixo:

http://oglobo.globo.com/pais/mat/2009/01/04/filme-reacende-polemica-em-torno-do-aborto-587883773.asp

Por ser o PT oficialmente favorável ao aborto, em Setembro de 2009 ele puniu dois deputados federais por serem contrários à posição abortista: Veja a matéria abaixo:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u625663.shtml

Além disso, o novo Programa Nacional de Direitos Humanos, assinado pelo presidente em Dezembro/2009, defende a legalização do aborto, o que gerou manifestações de grupos contrários ao aborto em todo o país:

http://www.midiasemmascara.org/artigos/aborto/10913-declaracao-pro-vida-contra-o-pndh-3.html

Diante destes fatos que atentam contra a família, a vida e contra nossas crianças, torno pública minha intenção de voto: Votarei pela não continuidade deste governo.

Quem me conhece sabe que nunca misturei política com ministério, todavia, creio que o momento é grave e necessita de um posicionamento dos líderes religiosos. Todo cristão deve atentar para o que está acontecendo e manifestar o repúdio às iniqüidades deste governo por meio do seu voto. Não podemos deixar que as iniqüidades continuem.

Conclamo você, meu amigo, a continuar orando pelas nossas autoridades, a orar pelas eleições que se aproximam e a votar conscientemente, não escolhendo aqueles que praticam a impiedade. Termino com alguns versículos:

“Ai daqueles que, no seu leito, imaginam a iniqüidade e maquinam o mal! À luz da alva, o praticam, porque o poder está em suas mãos.” Miquéias 2.1

“Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” Isaías 5.20

“… se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”. 2 Crônicas 7.14

Rev. Ageu Cirilo de Magalhães Jr.
Pastor Presbiteriano

——————————————————————–xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

EX-LÉSBICA FAMOSA: “EU ANSIAVA O EQUILÍBRIO EMOCIONAL DO RELACIONAMENTO HÉTERO”


A comediante britânica e ex-lésbica Jackie Clune publicou um relato de como, exausta pela disfunção emocional de seus relacionamentos lésbicos, ela descobriu em seu relacionamento subseqüente com seu marido uma liberdade de “[caminhar] lado a lado em vez de passar a vida trancada numa intimidade ou combate face a face”.
“Olhando para meus quatro filhos correndo em volta do jardim com seu pai, parece quase impossível crer que só alguns anos atrás eu jamais imaginava ter uma família”, escreveu Clune numa coluna publicada no jornal Daily Mail da Inglaterra, de 26 de junho.
Clune, que é também conhecida como apresentadora e atriz, inclusive em casas de espetáculos, disse que sua iniciação no lesbianismo ocorreu de certa forma mais tarde na vida do que para muitas outras mulheres. Ela foi criada num lar “católico irlandês muito tradicional” e se apaixonou por um homem aos 17 anos. Foi na faculdade que ela achou por acaso um panfleto afirmando que a heterossexualidade é uma mera construção que deve ser alterada à vontade, o que a estimulou a se separar de seu namorado e viver o típico estilo de vida lésbico durante os próximos 12 anos, até que ela completou 34 anos.
“Eu estava excitada com a ligação íntima que um relacionamento com outra mulher poderia trazer”, disse ela.
Mas a experiência não foi o que ela de início imaginava que era. Numa entrevista com Penny Wark do jornal Times em outubro de 2005, Clune chamou a cultura lésbica de “ditatorial e intimidatória” e “o oposto do suave nirvana lésbico que eu esperava”.
Apesar da intimidade de seus relacionamentos, Clune confessou que o mundo hiper-emocional de uma ligação sexual de mulher para mulher era “exaustante”. “As mulheres com quem eu saía eram geralmente mais inclinadas a ser inseguras e precisar de confiança e eu me achava no papel masculino de ficar continuamente dando confiança para minhas namoradas”, escreveu ela. “As sutis mudanças de humor da vida do dia a dia seriam vistas de forma inesgotável”.
Clune descreve como uma amante tinha tanto ciúme e insegurança que “toda vez que gozávamos uma noite fora… brigávamos e tínhamos de partir”. “De volta a casa, passávamos então as próximas quatro horas discutindo sobre nosso relacionamento e meus sentimentos de lealdade, fidelidade e assim por diante”, escreveu ela. “Nunca terminava”.
“Será que você consegue imaginar acordar do lado de uma mulher quando você está com uma intensa TPM (tensão pré-menstrual)?”, acrescentou ela.
No fim, ela disse, o turbilhão emocional a forçou a reconsiderar seu mergulho no lesbianismo — algo que ela diz claramente que “escolheu”, e não que ela tenha nascido lésbica. “Diferente da maioria dos homens, as mulheres evidentemente oferecem umas às outras apoio interminável e praticamente nunca há falta de comunicação”, disse ela. “Mas — por mais que isso pareça bizarro — eu me achei ansiando exatamente pelo oposto”.
Depois de “uma decisão planejada de tentar os homens de novo”, Clune diz que encontrou em seu futuro marido Richard uma “bondade quieta” e “falta de necessidade” que a atraíram. “Senti que estávamos caminhando lado a lado em vez de passar a vida trancada numa intimidade ou combate face a face”, escreveu ela. “Era uma sensação natural e nada assustadora. Ele era otimista acerca do meu passado e jamais sofreu as inseguranças que eu vim a esperar”.
“Foi um sopro de ar fresco. Sempre fui ferozmente independente e sentia que eu podia ser eu mesma com ele”.
Embora não tenha abrigado nenhum ressentimento para com suas ex-companheiras e estilo de vida, Clune concluiu que ela havia “superado o lesbianismo”. “Quando somos jovens, nós todos precisamos pertencer a uma tribo e ter uma bandeira sob a qual marchar”, disse ela, acrescentando que “chamar a mim mesma de lésbica era quase como chamar a mim mesma de punk ou gótica”.
Ela diz que sua volta à heterossexualidade continua a atrair sarcasmo da comunidade lésbica: uma grande publicação lésbica votou nela como “Lésbica Mais Decepcionante do Ano”, e um grupo de Facebook agora extinto foi estabelecido intitulado “Gente como Jackie Clune Tem de Ser Levada para Fora e Levar um Tiro”. “Embora as críticas sejam ofensivas, compreendo de onde está vindo — estou deixando todos confusos”, ela diz.
Arthur Goldberg, conselheiro credenciado e especialista em auxiliar indivíduos com atração indesejada de mesmo sexo, disse para LifeSiteNews.com (LSN) que o testemunho de Clune é típico do estilo de vida lésbico. Goldberg, que co-fundou Judeus Oferecendo Novas Alternativas à Homossexualidade (JONAH), argumentou que se os defensores da agenda homossexual “admitissem quais são os verdadeiros aspectos de muitos relacionamentos [homossexuais]”, a noção de que são simples equivalentes dos relacionamentos heterossexuais não passaria um teste.
“Um dos critérios principais do lesbianismo é a dependência emocional”, disse Goldberg. “Nos relacionamentos de homens gays, é muito mais sobre sexo. Mais tipicamente com mulheres lésbicas… é monogamia, só que de vários relacionamentos consecutivos. Seu relacionamento dura de 2 a 3 anos [em que] você não consegue viver sem a outra pessoa, seu mundo inteiro é essa pessoa, e é por isso que há tanto ciúme e violência no mundo lésbico”.
Goldberg disse que era também comum mulheres, muitas vezes mais “sexualmente flexíveis” do que os homens, escolherem entrar no estilo de vida lésbico depois de alguma experiência de desilusão com os homens, antes de retornarem à heterossexualidade.
Fonte: Julio Severo
NOTA: Lembre-se de que ex-gays incluem ex-homossexuais masculinos e femininos! Sim, o homossexualismo feminino, que não é tão percebido socialmente quanto o masculino, é claramente uma opção sexual – da qual os homens (gênero humano) terão de prestar contas perante Deus, conforme nos ensina a Bíblia (1 Coríntios 6 e Romanos 1). Muitas mulheres estão, de fato, cansadas de todo este peso emocional vivido no lesbianismo, maquiado e oferecido como “artigo de luxo”, à sociedade moderna, pelos veículos de entretenimento e pela “intelectualizada” de plantão, que parece (de tanta arrogância) até acreditar que o que diz sobre a homossexualidade é, realmente científico. Clune não “voltou para o armário”, mas saiu de um modo de vida que desagrada a Deus, conforme a Bíblia, e agora, sim, parece sexualmente livre!
Em Cristo Jesus,
Pr. Artur Eduardo

________________________________________________________________________________________________________________________

1 Coríntios 6:18a: “Fugi da prostituição…”
FUGI DA PROSTITUIÇÃO

Nestes dias, vendo a situação da Igreja do Senhor, posso falar que certamente o maior desafio da atualidade é prostituição. Este é o maior, sem dúvida alguma. Pelos séculos, a Igreja passou por vários momentos… Houve momentos na história do cristianismo em que seduções insurgiram-se em seu seio. Problemas terríveis, mas, nunca como agora, em que o “carro chefe” seja algo que fale à nossa fidelidade de uma maneira que nossa natureza carnal seja tão afetada ao ponto de nos desnortearmos… Sabem o que significa “desnortear”?.. “Perder o Norte”! Isto é, ficar desorientados, sem apontarmos para o “alvo”, e o nosso é Cristo Jesus.

Todos os ataques pelos quais a Igreja do Senhor passou mesmo os mais terríveis foram “de fora para dentro”… Mesmo as heresias históricas, se as estudarmos, veremos que mesmo surgindo “dentro”, têm pressupostos que não são internos. Estes sincretismos adotados por alguns foram problemas seríssimos… Mas, nem de longe se equiparam à prostituição. Este é o único problema sobre o qual a orientação é “fugir”. Este verbo, “feugô”, significa “escapar de algo abominável, encontrar segurança na fuga – em si”. Ou seja, a “fuga” É O ÚNICO MEIO DE SE ESTAR SEGURO!!! Isto é sério, irmãos. “Fugir” é correr feito um louco, sair MESMO de tudo o que afeta o meu corpo. Sobre o quê o autor está se referindo? Pode-se chamar de “prostituição”, na Bíblia:

1 – Adultério, fornicação (relação sexual pré marital), homossexualidade (masculina e feminina), relação sexual com animais (zoofilia) etc.
2 – Relação sexual com parentes próximos; Lv 18
3 – Relação sexual com um homem ou mulher divorciada; Mc 10.11,12

Por que a prostituição é tão perigosa? Veja o restante do texto de 1 Co. 18: “… Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo.”.

Falo como seu Pastor, seu amigo, aquele que vê neste mal o pior de todos pelos quais a Igreja do Senhor passou em todos os seus períodos. Como autoridade estabelecida por Deus sob a unção e misericórdia do Senhor Deus, para que, nestes dias que podem ser os últimos, levante o estandarte do Senhor e defenda o arvorar da bandeira do Reino de Deus, peço-lhe, minha ovelha, fuja da prostituição. Não “converse” com ela. Não “flerte” com o mal… Não tente “encará-la”, pois só o pensar em fazer tal coisa é sinal de erro. Ninguém pode “vencer” a prostituição, ninguém. Só se VENCE a prostituição FUGINDO da mesma!!!! A nossa força está nesta aparente “fraqueza”!!!!!

Se você está tendo: pensamentos estranhos (zoofilia, pedofilia, homossexualismo, fornicação), se está tendo acesso a materiais pornográficos, se está pensando demais em adultérios e, por conseqüência disto tudo se você está se masturbando frequentemente…. Você pode estar desenvolvendo uma dependência “química” (é “química”, pois está decorrendo, com frequencia nociva, uma série de substâncias, inclusive endorfinas, que farão de seu organismo uma “fábrica para a supressão do prazer”… só que o prazer, aí errôneo, não será suprimido, tornando-se um hábito cada vez mais frequente, como o uso de qualquer droga alucinógena, até que você não consiga mais parar. Também, já desenvolvera uma dependência “espiritual” maligna. Alimentará o demônio, uma metáfora bíblica à sustentabilidade do Mal no mundo, através da atuação demoníaca: “E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente (ISTO É, A QUE TENTOU EVA, QUE A FEZ PECAR, QUE PASSOU A SE ALIMENTAR “DO PÓ DA TERRA”. VIMOS QUE O HOMEM É CHAMADO DE “PÓ”, LOGO, A SERPENTE PASSARIA A SE ALIMENTAR “DO HOMEM”), que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos.” – Ap. 12:9.
1 Co. 11:3: “Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo.”.
Este é o nosso maior desafio. Cuidado, irmãos. Não sejam como os coríntios, reprovados, lamentavelmente. A reprovação a que me refiro, agora, é a referente à prostituição. Reprovação significa, quando bom, um recomeço difícil, doloroso, cansativo ao máximo, e muitas vezes sem o brilho e o ardor do início. Somos impressionáveis, e a desaprovação pode ser algo muito forte em nossa vida. Não fomos criados para a perda, mas, para o ganho. Por isso, com Cristo, não perdemos… “Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus.”. – 1 Co. 3:21-23.

A prostituição “chama” outros pecados, como a maconha chama outras drogas mais pesadas. É um “chamariz” para que venha o vício, a soberba, a demência, a loucura. O que tenta satisfazer ao constante pedido da carne para que se prostitua, por exemplo, com a masturbação é semelhante àquele que tenta saciar uma fome com ar… Ele vai correr de boca aberta, nunca se satisfazendo, mas com uma “sensação” momentânea, do contrário, pois está entrando ar…. Mas é em seus pulmões, não algo que será convertido em sustento nos seus intestinos. A prostituição é egoísmo, pois procuro satisfazer a mim, como um louco. É irracional, pois é vazia em si mesma. É “boa” para a carne…. Para a natureza caída…… Mas, e “depois”?.. Bem, tornar-se-á a cair… E cair… E cair, de novo. É uma estrada tão sinuosa e obscura que, uma vez sendo percorrida por muitos Quilômetros, talvez, em um “belo” dia descubra-se que não é mais conhecido o “caminho de volta”. No final da estrada da prostituição só resta à frustração máxima, a eterna idéia de que nada daquilo valera a pena. Isto é terrível, pois equivale a quase enlouquecer…. É muito pior do que enlouquecer, pois o “louco” está fora de si, completamente. Aquele que vive em um eterno constante de quase loucura deseja, por muitas vezes, enlouquecer, mas não consegue.

“Quem há entre vós que tema ao SENHOR e ouça a voz do seu servo? Quando andar em trevas e não tiver luz nenhuma, confie no nome do SENHOR e firme-se sobre o seu Deus”. – Isaías 50:10

Anúncios
comentários
  1. Regina disse:

    Concordo com vc Rebeca, certamente a ciencia tenta explicar o que a bíblia já nos diz e ainda distorcem a palavra. Que nosso amado Deus tenha misericordia de nós e nos ajude a sermos perseverantes até a sua vinda!!!
    Paz do senhor a todos!!!
    Abraços

  2. Denise Soares disse:

    FALE SÉRIO? Que foto, que palavra vinda de Deus!
    Com relação a não desistirmos de sermos santos quando fala da Lascívia.

    “…Se uma porta automática estivesse para esmagar seu filho, você a seguraria com toda a sua força e gritaria por ajuda. E seguraria aquela porta… seguraria… seguraria…”

    Aprendi mais uma… (Temos abraçado o inimigo que faz guerra contra a nossa alma)
    Não permita isso. Como um filho pronto a ser esmagado diante de vc, não desista, se esforce, grite, peça ajuda… seja a nossa persistência a vencer o mal como uma lutar por nossa propria sobrevivência!!

    Beijos e a paz de Deus a Todos!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s